Artigos

  • 20/09/2012
    a psicanalista, a mulher, a interpretação.
    Jorge Forbes narra um encontro, no início de sua formação psicanalítica, com a psicanalista Françoise Dolto, já então, ícone da psicanálise dita infantil.
  • 23/05/2012
    Está tudo bem, muito bem
    Não há chance para Cristóvão. Agarra-se no tudo bem. Acuado no canto exibe seu último escudo protetor: tudo bem, tudo bem. Como encontrar uma brecha, um momento de passagem? – é o que analisa Jorge Forbes, em bela crônica de um atendimento.
  • 30/04/2012
    Moedas criativas para outro FMI
    Pode o dinheiro digital mudar a economia global com novas formas de financiamento? Leia na íntegra artigo de Gilson Schwartz, Jorge Forbes, José Amazonas, Zilda Iokoi e Guilherme Ary Plonski no jornal Folha de S.Paulo de 30 de abril/2012.
  • 24/04/2012
    A Ciência pede análise
    "A Ciência pede Análise” é o título da fala de Jorge Forbes, na plenária do Congresso Mundial de Psicanálise, da AMP, em Buenos Aires, na terça-feira, 24 de abril, que discute as subjetividades na era da tecnociência.
  • 16/11/2011
    Espetáculo
    O estudo de Freud e o de Lacan coincidem e destacam algo fundamental da natureza humana, a saber: o ser humano se compreende ou se realiza, no sentido forte do termo, só quando é colocado em cena, no espetáculo, no confronto com o Outro. Jorge Forbes analisa neste texto o termo espetáculo e sua relação com dias de hoje.
  • 26/09/2011
    Órfãos do explicável
    Aprendemos que tudo tem razão de ser - e aí vem a tragédia do menino de 10 anos que se matou. Artigo de Jorge Forbes para o jornal O Estado de S.Paulo, caderno Aliás.
  • 08/09/2011
    Já que Lacan morreu...
    Nesse texto de 1991, para o jornal OESP, comemorando os 10 anos da morte de Jacques Lacan, Jorge Forbes convoca os analistas a fazer dessa memória uma história diferente e demonstrar o lugar da Psicanálise neste nosso mundo, com talento e decisão.
  • 08/09/2011
    O Admirável Novo Pai
    Imitar ou criticar? Por muito tempo a relação com um pai se restringia a essas duas possibilidades. Jorge Forbes analisa o que é ser pai hoje – o admirável novo pai – nesse artigo para a revista Lola.
  • 19/08/2011
    De quem o pai gosta mais?
    O amor de um pai é diferente de um filho para outro? Há preferências? Se os pais dizem que amam seus filhos da mesma forma, os filhos contestam: - é mentira! Jorge Forbes analisa a questão nesse texto-homenagem aos pais.
  • 13/07/2011
    Flipídicas
    Jorge Forbes relata suas impressões sobre a 9ª Festa Literária Internacional de Paraty - FLIP 2011
  • 20/06/2011
    Para Jorge Semprún
    Como continuar a viver quando se teve a infelicidade de sofrer o pior insulto do mundo sem poder respondê-lo e sem poder diminuir sua gravidade? É o que analisa Jorge Forbes nesse texto em homenagem ao escritor Jorge Semprún.
  • 20/06/2011
    A epidemia das marchas
    Não se fazem mais passeatas como antigamente. Quando todo mundo pensava que passeata era coisa do passado, quando a orgulhosa geração 68 bradava a seus filhos que eles são uns ineptos, uns alienados, uns despreocupados com os destinos do mundo e da nação, olha que somos convidados a um cardápio variado de passeatas para todos os gostos e tribos.
  • 20/06/2011
    A chegada do camaleão
    Se comportar como um Camaleão, até pouco tempo atrás, era muito mal visto. Porém, quando a sociedade se faz em redes múltiplas e mutantes, o rígido não chega nem no primeiro degrau, quebra antes. Ser então Camaleão é estar pronto a todas as circunstâncias.
  • 29/05/2011
    Anda chato ler jornal
    Está duro de aguentar o que se publica na grande imprensa, seja nos jornais ou nas revistas semanais. Ficam achando que a internet vai acabar com a imprensa escrita, vai não, se ela acabar, é pela chatice de alguns enfoques.
  • 29/05/2011
    A vida é honra
    Jorge Forbes analisa nesse artigo a sociedade, que, de tão assustada diante do seu próprio horror, tenta inventar respostas que justifiquem o injustificável, que nos assegurem que a pessoa que cometeu aquela atrocidade não tem nada a ver comigo nem com você.
  • 11/05/2011
    Para uma nova bússola
    “Para uma nova bússola” – trabalho de Jorge Forbes que abriu o IX Congresso da Escola Brasileira de Psicanálise: “Os limites do simbólico na experiência analítica”, em Tiradentes – 29 de abril.
  • 11/05/2011
    O divã além da porta
    Existe o “setting terapêutico” correto? Uma análise foi feita para dormir ou para acordar? Jorge Forbes nos convida a acompanhá-lo em sua viagem de descoberta da psicanálise.
  • 11/05/2011
    Mulheres insatisfeitas e alguns homens
    As mulheres são basicamente insatisfeitas, o que equivale a dizer que são basicamente desejantes. Pessoas satisfeitas não desejam, por que o fariam? A insatisfação feminina pode ser doença ou provocação?
  • 02/04/2011
    Preciso de você
    Frente às novas tecnologias, de que “tudo pode” e de “em tudo estou”, a presença física parece ser totalmente dispensável. Porém, analisa Jorge Forbes, nesse artigo: na era atual, a necessidade de estar junto ainda é fundamental. (artigo publicado na revista Psique nº 63, março 2011)
  • 02/04/2011
    CETEMQUE
    “Cetemque” é a nova palavra do vocabulário contemporâneo. Está em toda parte, qualquer coisa que você faça tem um cetemque pronto para você. Jorge Forbes discute nesse artigo como lidar com esse vírus.
Exibindo 41 - 60 de 199
< Anterior 12345678910 Próximo >